Eventos

Condições climáticas podem definir o sucesso no cultivo de pêssego

Fruta originária da China se adaptou bem ao clima dos Estados do Sul e Sudeste brasileiros


Fruta originária da China se adaptou bem ao clima dos Estados do Sul e Sudeste brasileiros, onde é possível obter temperatura igual ou inferior a 7,2 graus por ano, em regiões com altitude acima de 900 metros  -  A produção do pêssego no Brasil está concentrada, principalmente, no Rio Grande do Sul e São Paulo devido ao clima mais frio, ideal para o desenvolvimento do pessegueiro. A atividade é considerada de alto risco e, portanto, pode oferecer anos de alta rentabilidade e anos de prejuízos significativos. Por isso, é importantíssimo conhecer as condições climáticas ideias para o cultivo.

"É possível produzir em algumas regiões que apresentam elementos climáticos específicos como: temperatura, radiação solar e chuva", explica o pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Emerson Dias Gonçalves.

Nativo da China, o pessegueiro encontrou nos estados do Sul e do Sudeste brasileiro o clima propício para a produção. Além disso, pesquisas e melhoramento genético ajudaram a selecionar as variedades com maior adaptabilidade às condições regionais. A árvore frutifica três anos depois de ter sido plantada no lugar definitivo, aproximadamente e vive de 15 a 25 anos.

"No sudeste microclimas favoráveis podem ser obtidos em locais de altitudes elevadas, geralmente, acima de 900 metros, onde é possível obter, pelo menos, 100 horas com temperatura igual ou inferior a 7,2 graus por ano", observa Emerson, acrescentando que o ciclo desta fruteira é composto pela fase vegetativa e pela fase de dormência (período em que a planta não apresenta sinais de atividades metabólicas sendo que, visualmente o crescimento está suspenso).

Fatores decisivos - A determinação exata do número de horas de temperatura inferior a 7,2ºC é um fator decisivo para o produtor que deseja implantar uma lavoura de pêssego.  "Este é o principal fator que irá possibilitar ou não a implantação da cultura, bem como auxiliar na escolha das melhores variedades para serem cultivadas em uma determinada região", completa o pesquisador. Outro ponto a ser observado é a exigência hídrica da planta.

"A irrigação deverá ser implantada para fornecer água complementando as chuvas e também para fornecer integralmente a água necessária durante os períodos de estiagem, que são comuns na maioria das regiões brasileiras. A irrigação antecipa a etapa de colheita no pomar de pessegueiro, aumenta o crescimento do diâmetro dos frutos e do tamanho dos ramos", adverte.

A época de colheita vai depender muito da variedade. "Temos algumas precoces que podem ser colhidas a partir de outubro e outras mais tardias com colheita até o final de dezembro", informa o pesquisador. Em Maria da Fé (Minas Gerais), a variedade Libra inicia a colheita na primeira quinzena de outubro, já a variedade Maciel é colhida a partir da segunda quinzena de novembro.

Comments