Eventos

Pesquisadores debatem a citricultura brasileira em evento online

Seminário Supercitros, iniciativa da Yara gratuita e aberta ao público, abordará a importância da nutrição adequada e perspectivas para a cultura em todo o País


A Yara, líder mundial em nutrição de plantas, promove nesta quinta-feira (2), a partir das 13h, o Seminário Supercitros. O evento, que acontece a cada dois anos, terá neste ano o formato online devido à pandemia do coronavírus. Semelhante a um programa de entrevistas, o seminário será dividido em três blocos e cada um deles contará com um pesquisador e um especialista agronômico, abordando aspectos técnicos e mercadológicos sobre a cultura. A transmissão é gratuita e aberta ao público:  http://seminariosyara.com.br/supercitros
 
"Nutrição e Sanidade das plantas de citros" será o tema de abertura, com a participação do pesquisador e diretor do Centro de Citricultura Sylvio Moreira (IAC), Dirceu Mattos Junior, e do agrônomo Acácio Martins. Juntos, eles apresentarão a importância de uma nutrição equilibrada para a citricultura de todo o País. No segundo bloco, o também pesquisador do IAC, Rodrigo Marcelli Boaretto, e o agrônomo Érico Corneta, trarão estudos da "Fisiologia e Nutrição de Micronutrientes". Ambos destacarão os diversos distúrbios fisiológicos em frutos cítricos devido à deficiência de nutrientes como cálcio, fósforo e boro. Por fim, a pesquisadora do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq/USP), Margarete Boteon, e o agrônomo Flávio Novaes, falam sobre o "Mercado de Citros e Fertilizantes".
 
O Brasil é líder global na produção e exportação da laranja, por exemplo, e para manter essa posição, o produtor precisa continuar investindo e se atualizando. Segundo o especialista agronômico da Yara, Bruno Dittrich, esse é o principal objetivo do evento: levar informação de qualidade para o campo. "Assim como cada cultura, citros têm suas particularidades. O uso de suprimentos adequados, por exemplo, tem efeito positivo no rendimento de suco, aumento do teor de açúcar e melhora no sabor", explica o agrônomo. A Yara tem um programa nutricional específico para a cultura em seu portfólio, o SuperCitros, que envolve todas as etapas do processo produtivo, desde a adubação do solo até a aplicação foliar, melhorando a sanidade das plantas, a qualidade do fruto e, consequentemente, aumentando a longevidade do pomar. "A importância da nutrição equilibrada auxilia na construção de uma estrutura saudável nas plantas cítricas, garantindo que elas atinjam o potencial produtivo, garantido assim mais rentabilidade ao agricultor e qualidade para o consumidor final", finaliza Dittrich.
 
Serviço: Seminário Supercitros
Data: 2 de julho, das 13h às 18h
Link para inscrições:  http://seminariosyara.com.br/supercitros
13h30: Boas-vindas
13h40: Yara | Agronegócio
13h55: Nutrição e sanidade de citros
15h: Fisiologia e nutrição foliar
16h15: Mercado citrícola e mercado de fertilizantes
17h15: Considerações finais
17h55: Encerramento
 
Sobre a Yara  -  A Yara, líder mundial em nutrição de plantas, cultiva conhecimento para alimentar o mundo e proteger o planeta de forma responsável. Para concretizar esses compromissos, desenvolve ferramentas agrícolas digitais destinadas à agricultura de precisão e trabalha em estreita colaboração com seus parceiros em toda a cadeia de valor de alimentos. Fundada na Noruega, em 1905, para resolver a emergente crise de fome na Europa, está presente no mundo todo, com mais de 17 mil colaboradores e operações em mais de 60 países, com um objetivo comum: ser a empresa de nutrição de plantas do futuro. Em 2020, a companhia passou a adotar uma nova estrutura global organizacional, com operações direcionadas para suas unidades regionais (Américas, Europa, Ásia/África), uma unidade de Plantas Globais/Excelência Operacional, e uma nova função de Farming Solutions, refletindo maior foco no cliente.
 
No Brasil, a Yara está presente em todos os principais polos agrícolas - são 5 unidades de produção de fertilizantes e misturadoras em mais de 20 cidades, além de 2 escritórios corporativos. Com 5,5 mil colaboradores, a empresa busca desenvolver soluções nutricionais sustentáveis para todos os perfis de produtores e culturas, colaborando com o crescimento da agricultura e o protagonismo do país no desafio de alimentar uma população mundial crescente. Desde que se instalou no Brasil, na década de 70, a Yara vem trabalhando para fomentar a produção nacional de fertilizantes, reduzindo a dependência de importação de matéria-prima e, consequentemente, o custo final dos insumos ao produtor. A companhia também fornece soluções industriais para a redução de poluentes, melhorando a qualidade do ar das cidades. *CDI Comunicação

Comments

SEE ALSO ...