Notícias do Pomar

Projeto mapeia produção de castanha de caju no Brasil em 2018

Liderado pelo Ceará, estados do Nordeste são os principais produtores


Mapeamento conduzido pelo Projeto Meios¹ com dados por municípios, revela o mapa da produção de castanha de caju no Brasil em 2018. O Nordeste é a região onde se concentra a produção nacional do fruto.
O principal produtor em 2018 é o estado do Ceará, com uma produção estimada de 83 mil ton, em segundo lugar, encontra-se o estado do Piauí que deve produzir 25 mil ton, seguido pelo estado do Rio Grande do Norte que produziu 18 mil ton em 2019. Em 2018, esses três estados representaram 89,4% da produção brasileira de castanha de caju enquanto a região Nordeste representou 98,6% do total produzido no mesmo ano.
A castanha de caju é uma amêndoa proveniente do cajueiro (nome científico Anacardium occidentale), originária da região nordeste do Brasil na natureza existem dois tipos: o comum (ou gigante) e o anão. O tipo comum pode atingir entre 5 e 12 metros de altura, mas em condições muito propícias pode chegar a 20 metros. O tipo anão possui altura média de 4 metros. O fruto propriamente dito é duro e oleaginoso, mais conhecido como "castanha de caju", cuja semente é consumida depois do fruto ser assado, para remover a casca, ao natural, salgado ou assado com açúcar.

A extração da amêndoa da castanha de caju depois de seca, é um processo que exige tempo, método e mão de obra.

O método de extração da amêndoa da castanha de caju utilizado pelos indígenas era a sua torragem direta no fogo, para eliminar o "Líquido da Castanha de Caju" ou
LCC; depois do esfriamento a quebra da casca para a retirar a amêndoa. A amêndoa da castanha de caju é rica em fibras, proteínas, minerais (magnésio, ferro, cobre e zinco),
vitamina K, vitamina PP, complexo B (menos a vitamina B12), carboidratos, fósforo, sódio e vários tipos de aminoácidos.

1 - O Projeto Meios é uma organização de divulgação científica e consultoria, coordenada pelo Geógrafo pesquisador Esp. em Geoprocessamento Vitor Camacho. Atuamos no compartilhamento de informações e opiniões, utilizando dos recursos digitais mais atuais e muitos mapas (geotecnologias). Estamos nas mais diversas áreas como: planejamento, meio ambiente, sociedade, agroecologia, biologia, geografia, geopolítica, arquitetura e geotecnologias. Nosso contato é [email protected] e mídias sociais: @projetomeios (Facebook, Instagram e Twitter)

Comments

SEE ALSO ...