Eventos

Seminário discute potencial do enoturismo e vitivinicultura no Vale do São Francisco, diz Embrapa

Evento faz parte da programação do II Salão de Turismo do Vale do São Francisco, que ocorre entre os dias 9 e 12 de maio


Uvas do VSF

O Vale do São Francisco, localizado no coração do Nordeste brasileiro, tem se consolidado como importante região produtora de vinhos no Brasil, atraindo cada vez mais turistas que se interessam por conhecer a região em razão desta peculiaridade. Este potencial de ampliação do chamado enoturismo local será o tema central discutido em evento realizado na próxima sexta-feira (10), no Auditório do Grande Hotel de Juazeiro-BA, no horário das 8h às 17h30.

O Seminário de Enoturismo: Desafios e Perspectivas da Pesquisa para a Indicação Geográfica na Vitivinicultura do Vale do São Francisco será realizado pela Embrapa Semiárido, como parte da programação do II Salão de Turismo do Vale do São Francisco, que ocorre entre os dias 9 e 12 de maio, com organização da Associação Integrada do Turismo na Ride (Assitur).

A ênfase do evento está na implementação e benefícios associados à Indicação Geográfica de Procedência, uma conquista que reuniu os avanços tecnológicos desenvolvidos por instituições regionais, com importante contribuição científica, e o empreendedorismo dos viticultores e enólogos, promovendo qualidade aos vinhos tropicais, destaca a chefe-geral da Embrapa Semiárido, Maria Auxiliadora Coêlho de Lima.

A participação é gratuita e aberta a todos os públicos interessados. As inscrições para o Seminário, bem como para toda a programação do Salão do Turismo, podem ser feitas por meio do link.

Uvas do Vale do São Francisco - Petrolina/Juazeiro - Fotos: Revista da Fruta - Agosto 2006

A programação do Seminário contará com diversas palestras, com temas como os desafios e contribuições da Empresa para a Vitivinicultura do Vale do São Francisco, com a chefe-geral da Embrapa Semiárido, Maria Auxiliadora Coêlho de Lima, a Indicação Geográfica de Vinhos do Vale do São Francisco, com o professor do IF Sertão-PE Francisco Amorim, e a história dos vinhos da região, com o somelier e vitivinicultor José Figueiredo.

Também serão apresentados casos de sucesso, com as premiadas experiências de produção e comercialização de queijo de cabra da Cooperativa Capribée, de Curaçá e Jaguarari-BA, representada por Eugênia Ribeiro, e da Casa do Queijo Nia, de Casa Nova-BA, com a produtora Regiane Reis de Souza da Silva.

No período da tarde, uma mesa redonda discute aspectos técnicos e econômicos associados ao desenvolvimento da vitivinicultura regional. As palestras irão abordar o acesso a linhas de crédito para apoio às atividades do enoturismo, com o gerente geral da Agência do Banco do Nordeste de Juazeiro, Wesley Oliveira, e também a construção de rotas de desenvolvimento no sertão do São Francisco, com a analista do Sebrae-PE Maria Regina Santana Sento Sé. O evento se encerra com um debate sobre a Indicação Geográfica dos vinhos da região.

Além da realização do Seminário de Enoturismo, a Embrapa também participará do evento com um estande, onde irá apresentar tecnologias e pesquisas que desenvolve com foco na vitivinicultura regional e ações voltadas para o turismo no Bioma Caatinga. A área dos estandes do Salão do Turismo estará aberta para visitação durante o período da noite, na Orla de Petrolina. *Embrapa Semiárido

 

Comments