Notícias do Pomar

Colheita da uva é prevista para junho e produtores se preparam para segunda safra

Os parreirais estão em fase de formação de cachos e a expectativa é colher 18 toneladas da fruta no terceiro ano de produção


Produtores de uva esperam boa colheita em junho

Há um mês e meio do início da colheita da uva, os produtores do Polo Alto São Rafael já se preparam para colher os frutos da segunda safra do Programa Municipal de Fruticultura de Linhares. Prevista para iniciar em junho, agora, os parreirais estão em fase de formação de cachos e a expectativa é colher 18 toneladas da fruta no terceiro ano de produção.

O secretário municipal de Agricultura de Linhares, Franco Fiorot, esteve visitando os parreirais nos últimos dias que, recentemente, receberam a chamada poda longa com cinco a oito gemas, ou seja, aquela em que são deixados de cinco a oito pontos onde nascem os brotos da uva.

"Esse processo é importante para o sucesso desta segunda colheita, permitindo um ganho econômico maior, porque a poda permitirá o aumento da produção, movimentando o Agroturismo na região de São Rafael, a exemplo da primeira safra", frisou o secretário.

O produtor Giovani Rigoni é um dos cinco produtores participantes do programa e a produção esperada na propriedade dele é de 10 kg de uva por planta, podendo chegar a 4 mil quilos da fruta no parreiral.

"A colheita deve acontecer como no ano passado e vou abrir novamente para os turistas que tiverem o interesse em conhecer o parreiral e também adquirir a fruta. Estou adquirindo experiência, sempre aprendendo novidades para melhorar a minha produção", disse Giovani.

Polo conta com cinco culturas - O Programa Municipal de Fruticultura visa implementar novas cadeias produtivas do setor em Linhares, coordenando as ações estratégicas desde a produção até a comercialização dos frutos, de forma moderna, sustentável e competitiva.

Foram implantados os polos Baixo São Rafael (goiaba), BR 101 Sul (limão), Polo Alto São Rafael (uva) e Distrito Farias (cajá manga anão), os três com frutos já em produção e sendo comercializados. E o Polo Litoral, com o cultivo do açaí em desenvolvimento.

O programa também promove a diversificação da atividade econômica integrada e sustentável, aumentando a geração de emprego e renda, melhorando a qualidade de vida dos produtores rurais de base familiar. *SitedeLinhares - 06 de Maio 2022

 

 

Comments