tecnologia

Embalagens FarmFresh para frutas conectadas às pautas de sustentabilidade prioritárias na FRUIT LOGISTICA BERLIM 2024

Demanda pela reciclagem pós-uso das embalagens FarmFresh é crescente e Termotécnica expande parcerias para reciclagem global


Soluções cada vez mais sustentáveis inseridas na cadeia global de produtos frescos foi a pauta principal da edição 2024 da FRUIT LOGISTICA BERLIM, realizada na última semana, na capital da Alemanha. Há seis edições participando deste, que é o evento mais importante do mundo para o mercado de FLV (Frutas, Legumes e Verduras), a Termotécnica expôs a sua linha de embalagens FarmFresh no Pavilhão Brasil. O espaço é coordenado pelo Frutas do Brasil, programa de promoção às exportações da ABRAFRUTAS - Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados -, com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEXBrasil).

Os atributos de sustentabilidade das embalagens em EPS (mais conhecido como isopor*) FarmFresh atraem cada vez mais a atenção de novos mercados. Desde que iniciou o fornecimento das embalagens para exportação de frutas brasileiras, a Termotécnica conta com uma rede de parceiros em países como Emirados Árabes, França, Inglaterra e Holanda para reciclagem das conservadoras FarmFresh.

Ao expandir sua atuação nos mercados internacionais a Termotécnica criou o portal RecycleEPS.com. No portal sobre reciclagem estão disponíveis informações sobre o que é e como fazer o descarte correto do EPS, além de apresentar, por meio de um mapa dinâmico, onde encontrar os pontos de coleta mais próximos espalhados no exterior. "Queremos levar a conscientização para a destinação correta e reciclagem deste material para outros mercados. Com recicladores parceiros em outros países, juntos podemos expandir o processo de logística reversa e reciclagem do EPS, fazendo a economia circular acontecer na prática", afirma Albano Schmidt, presidente da Termotécnica, uma das maiores indústrias transformadoras de EPS da América Latina, pioneira e maior recicladora desse material pós-consumo no Brasil.

O desenvolvimento de novos produtos para atender demandas de potenciais clientes e estreitar parcerias estratégicas também foram importantes para a Termotécnica na FRUIT LOGÍSTICA.  "Ao ampliar o shelf-life, manter a temperatura constante e serem muito leves, nossas embalagens também contribuem para aspectos de sustentabilidade como a diminuição de perdas e desperdícios na cadeia de distribuição e a redução das emissões de CO2 na atmosfera, além de serem 100% recicláveis", afirma o diretor superintendente da Termotécnica, Nivaldo Fernandes de Oliveira. O executivo acaba de ingressar como membro do Conselho da IFPA Brasil (International Fresh Produce Association), entidade que integra a cadeia de produtores e distribuidores de flores e produtos frescos em diversos países.

FarmFresh acompanha alta nas exportações de frutas - A ABRAFRUTAS divulgou números que demonstram o avanço significativo nas exportações de frutas em 2023 ao ultrapassar a marca de 1,2 bilhão de dólares em faturamento, representando um crescimento de 26,73% em relação ao ano anterior. Em termos de volume, o aumento foi de 6%, equivalente ao envio de mais de um milhão de toneladas de frutas para o mercado internacional.

Seguindo esse desempenho, a Termotécnica vem consolidando sua posição como fornecedora de soluções em embalagens para exportação de frutas para mercados em todo o mundo. Já foram comercializadas 1,65 milhão de conservadoras FarmFresh para o transporte de 7 milhões de quilos de frutas.

A manga e o limão estão entre as frutas mais exportadas utilizando a solução de conservadoras FarmFresh. Mas as embalagens também são utilizadas para envio de longas distâncias de cargas de avocado, uva, pitaya, figo, mamão, goiaba, maracujá, lichia, atemoia, para países de toda a Europa, como França, Espanha, Inglaterra, Áustria, e também para o Oriente Médio, Rússia, China e Canadá. 

FarmFresh proporciona ganhos efetivos para a exportação de frutas - Sempre buscando soluções para superar as barreiras logísticas, indo mais longe e mantendo a qualidade dos produtos acondicionados por mais tempo, a Termotécnica colabora com os produtores e distribuidores de frutas tipo exportação para manter elevados padrões de segurança alimentar, rastreabilidade e sustentabilidade.

Pensando na qualidade das frutas tipo exportação, do campo até a mesa do consumidor, as soluções FarmFresh têm sido um diferencial que agrega muito valor em toda a cadeia. Nivaldo de Oliveira reforça que "a embalagem é um veículo importante de posicionamento e de comunicação destes benefícios e agregação de valor. Toda a tecnologia de conservação e o design das nossas soluções FarmFresh propiciam aos nossos clientes comunicar aos mercados internacionais esses diferenciais de qualidade das frutas brasileiras".

A linha FarmFresh formada por embalagens em EPS proporciona ganhos efetivos e aumento da competitividade para os negócios de exportação:

? Redução significativa de perdas nos embarques de longa distância.

? Conservação da temperatura, sem quebra de frio na cadeia, e menor desidratação da fruta.

? Menor custo no frete aéreo, com quilos a menos por pallet, gerando economia no custo total do frete.

? Valorização da fruta no ponto de venda, com ganho de market-share.

 Em termos de sustentabilidade, as caixas conservadoras FarmFresh contribuem em três frentes:

1) Na reciclagem pós-consumo, pois o EPS é um material que pode ser 100% reciclado e se transformar em matéria-prima para outras aplicações, como vasos, rodapés e molduras.

2) Aumento do shelf-life dos produtos frescos em até 30%, o que contribui para a redução de perdas e desperdícios na cadeia de distribuição e consumo, em linha com o SAVE FOOD Initiative da FAO/ONU, do qual a Termotécnica é signatária.

3) Contribuição para a redução da pegada de carbono, com a diminuição da emissão de CO2 equivalente no transporte devido ao peso mais leve das soluções, o que reduz o consumo de combustível.

*Isopor é uma marca registrada por terceiros. **Logos Conexão e Conteúdo/Carla Lavina - [email protected]
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Comments