tecnologia

Microquimica Tradecorp estrutura centros de distribuição logística próximos aos grandes centros consumidores

Empresa do ramo de insumos agrícolas investiu em um grande e moderno depósito central na região de Campinas, que distribuirá os produtos para centros logísticos nos estados de MG, MT, PR e BA


A logística no setor do agronegócio enfrenta alguns desafios no Brasil, como a enorme extensão territorial do país e a dependência do modal rodoviário como um dos principais meios logísticos. O agronegócio, mais estabelecido em algumas regiões, também sofre algumas ineficiências no recebimento de insumos, extremamente importantes para as diferentes etapas das plantações.

Foi pensando em facilitar a vida desses agricultores que a Microquimica Tradecorp, empresa que produz insumos agrícolas e está sediada no interior de São Paulo, decidiu estruturar um novo esquema logístico para atender, de forma mais otimizada, os consumidores nas diferentes regiões do país. 

"Aumentamos a infraestrutura de armazenagem para ter mais agilidade em nossos processos logísticos para todo o Brasil. Investimos em um grande e moderno depósito central, estrategicamente localizado às margens das melhores rodovias do estado de SP e nas proximidades de nossa fábrica e escritório administrativo. Além disso, estamos investindo em quatro depósitos logísticos avançados em Cuiabá (MT), Luiz Eduardo Magalhães (BA), Uberaba (MG) e Ibiporã (PR)", explica Rafael Leiria Nunes, diretor de Operações da Microquimica Tradecorp.

O centro logístico está instalado na cidade de Hortolândia. Já a fábrica e novo escritório administrativo estão localizados em Monte Mor. Ambos os municípios fazem parte da Região Metropolitana de Campinas, por onde passa rodovias como Bandeirantes, Anhanguera, Dom Pedro I e Santos Dumont.

Já a escolha dos depósitos logísticos visa distribuir, de forma mais otimizada, os insumos agrícolas da Microquimica Tradecorp em regiões importantes para a fluidez dos negócios da empresa. Esses locais receberão transferências de produtos do depósito central e, estando mais próximos dos grandes centros consumidores, poderão realizar a entrega dos produtos aos clientes mais rapidamente.

Para essa entrega otimizada, há uma série de mudanças em procedimentos operacionais, como maior rigor na separação, preparação e verificação dos produtos a serem despachados.

"É um trabalho que envolve toda a empresa. A equipe comercial, por exemplo, precisará aumentar o nível de comunicação com a área de logística, através de previsões e ajustes orçamentários. O intuito é realizar o melhor planejamento da produção e alocação de estoques entre o depósito central e os depósitos de distribuição. Também estruturamos o uso de ferramentas de inteligência que visam permitir o monitoramento das entregas em tempo real", continua o Diretor de Operações.

Para o porta-voz da empresa, todas essas mudanças fazem parte de uma estratégia de crescimento sustentável com foco no cliente. "Com isso, o consumidor receberá os produtos da Microquimica Tradecorp cada vez melhor acondicionados, em veículos seguros e adequados à agilidade que daremos aos nossos processos. Este comprometimento logístico levará ao produtor rural as melhores soluções tecnológicas em nutrição de plantas de uma forma cada vez mais ágil e econômica", finaliza.

Sobre a Microquimica Tradecorp - A Microquimica Tradecorp é resultado da fusão das empresas, após aquisição da Microquimica pela Tradecorp, do Grupo Rovensa, uma holding com sede em Portugal, com atuação expressiva em Proteção de Cultivos, Nutrição de Plantas e Biocontrole.

A Microquimica Tradecorp é a primeira empresa no Brasil a obter o registro junto ao MAPA de um biofertilizante (conhecido no exterior como bioestimulante), para o produto Vorax® Biofertilizante, após um extenso trabalho de pesquisa, em parceria com universidades e fundações, e também de tratativas com o órgão regulador.

Pioneira, disponibiliza desde 2015 um aplicativo gratuito de interpretação de análise de folhas, o CheckFolha® Mobile, que fornece um diagnóstico completo sobre a nutrição vegetal e recomendações de adubação aos agricultores.

Em busca de um desenvolvimento socioambiental, a Microquimica Tradecorp investe também em programas sustentáveis, como o processo de logística reversa, que possibilita a reciclagem de embalagens vazias por meio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), e como o apoio a instituições brasileiras de assistência à criança e ao adolescente, como o Centro Infantil Boldrini, a Fundação Abrinq e Banda Lira Itapirense. Mais informações acesse www.microquimicatradecorp.com

*Ainah Corrêa | MR Comunicação

Comments